Aqui você vai encontrar cada curiosidades

Artigo Interessante

O escândalo traz de volta o mito chinês do “arroz de plástico”

Agora, outro caso como esse trouxe novamente o chamado “mito do arroz falso” de volta aos holofotes.

Rumores sobre ​​produtores de arroz e varejistas chineses que misturam grãos de arroz de plástico com grãos reais para aumentar os lucros à custa da saúde dos consumidores circulam online há pelo menos uma década, mas nenhuma afirmação desse tipo foi confirmada. Já teve alegações em torno da exportação de arroz chinês falso “barato, mas lucrativo” para outros países asiáticos, incluindo Cingapura, Indonésia, Vietnã e Índia, mas mesmo assim as autoridades não puderam confirmar nem negar esses rumores. Agora, outro caso como esse trouxe novamente o chamado “mito do arroz falso” de volta aos holofotes.

A mídia chinesa relatou recentemente a experiência de uma mulher chinesa de Jiaozhou, em Qingdao, que comprou um saco de 10 kg de arroz Wuchang apenas para descobrir que continha pedaços de plástico branco misturados com os grãos de arroz reais. A mulher, identificada apenas como Sra. Liu, disse que comeu arroz da sacola duas vezes depois de abri-la, mas cada vez que o fazia, sentia o gosto de plástico. No início, ela culpou a panela de arroz, mas enquanto lavava algumas porções de arroz enquanto preparava o jantar, alguns dias atrás, ela percebeu algo estranho.

A mulher disse que viu um monte de objetos granulares parecidos com plástico flutuando na superfície da água e, após uma inspeção mais aprofundada, confirmou que não eram grãos de arroz. Ela e sua família testaram o arroz real e o misterioso arroz de plástico queimando-os com um isqueiro e notaram que, enquanto o arroz se transformava em carvão, os grãos falsos queimavam e derretiam como plástico.

A Sra. Liu levou o arroz restante para a loja em que o comprou e exigiu uma explicação, mas o proprietário apenas levantou o ombro e disse que estava comprando aquela marca de arroz da mesma pessoa, um Sr. Tan, por muitos anos e nunca registrou nenhuma reclamação por causa disso. O proprietário até concordou em abrir outras sacolas iguais às que Liu havia comprado para verificar o arroz, mas não encontrou nada suspeito.
Embora o mito ainda não tenha sido confirmado, fotos e vídeos da suposta descoberta de Liu já se tornaram virais nas redes sociais chinesas, mais uma vez trazendo a questão para os holofotes. O caso recebeu tanta atenção que o departamento de supervisão do mercado de alimento Jiaozhou anunciou uma investigação sobre o assunto.
Share

Post A Comment:

0 comments: