Aqui você vai encontrar cada curiosidades

Artigo Interessante

6 Mulheres fortes que se recusaram a aceitar seu destino

Muitas vezes, as mulheres são consideradas gentis e macias, o sexo mais fraco que precisa estar cercado de cuidados e amor.
Muitas vezes, as mulheres são consideradas gentis e macias, o sexo mais fraco que precisa estar cercado de cuidados e amor. No entanto, quando se trata de lidar com problemas e atravessar tempos difíceis, a maioria das mulheres mostra uma incrível força de espírito e poder de persistência.
1 — Esta menina que sofreu 18 cirurgias agora trabalha em uma ala cirúrgica.
Cody Hall, uma menina da Grã-Bretanha, nasceu com uma grave deformidade facial. Os médicos disseram a seus pais que não havia nada que pudessem fazer, então toda a família lançou um apelo para arrecadar dinheiro para seu primeiro tratamento nos Estados Unidos. Cody era apenas uma quando teve sua primeira cirurgia.
Nos próximos 14 anos, Hall suportou 18 operações. Apesar de todas as dificuldades, ela viveu uma vida normal e obteve resultados significativos na escola. Era difícil para a menina cuidar das situações com seus colegas de classe, mas Cody nunca deixa ninguém rir dela nem sentir pena dela.
Cody atualmente trabalha em uma enfermaria cirúrgica no Hospital Geral de Kettering, e ela se casou com o namorado da escola. Descrevendo seu grande dia, ela disse: “Eu só quero mostrar às pessoas que há um final feliz”.

2 — Esta é a primeira mulher com síndrome de Down a competir no concurso Miss Minnesota EUA.
Mikayla Holmgren, a primeira mulher com síndrome de Down a competir no concurso Miss Minnesota, recebeu o Prêmio Miss Minnesota USA Spirit e o Prêmio de Diretor. Dando o seu discurso, ela disse que queria “incendiar a trilha” e mostrar um lado diferente da síndrome de Down.
Mikayla ama dança e ginástica, e ela faz muito trabalho de caridade. As pessoas dizem que seu sorriso, entusiasmo, sinceridade e determinação são contagiosas. É apenas mais um exemplo inspirador para pessoas com deficiências de desenvolvimento. Ao falar sobre suas habilidades, Mikayla diz que garotas como ela pode participar dos mesmos eventos de beleza e talento que qualquer outra pessoa.

3 — Esta mulher sobreviveu a um ataque de tubarão, perdeu um braço e ainda passou a se tornar uma estrela de surf.
Aos 13 anos, Bethany Hamilton escapou com a vida depois de um ataque de tubarão-tigre. O encontro a deixou com um braço. Não só a brava garota se recuperou completamente, mas também conseguiu superar seu medo e continuar a navegar.
Bethany é uma mãe e esposa felizes, bem como um surfista profissional mundialmente famoso. Ela se tornou uma campeã nacional e ficou no segundo lugar no Campeonato Mundial Júnior. Sua história foi descrita em um livro e um filme, ambos chamados Soul Surfer — Coragem de Viver.



4 — Esta ativista paquistanês dos direitos humanos tornou possível que as meninas nos países islâmicos continuassem sua educação.
Malala Yousafzai é uma verdadeira heroína e um excelente modelo. Ela tornou-se famosa depois que ela começou seu blog para a BBC sobre viver sob o regime do Talibã, o que proibiu as meninas paquistanesas de frequentar a escola.
A menina enfrentou ameaças de morte frequentes no Paquistão. Ela até mesmo sobreviveu a uma tentativa de assassinato e um coma medicamente induzido.

Sua coragem e alma destemida a ajudaram a alcançar muitos dos seus objetivos. Ela tem agora 22 anos, e ela é a mais nova vencedora do Prêmio Nobel. Como estudante de Oxford, ela ainda ajuda as meninas ao redor do mundo a continuar sua educação. Ela até abriu uma escola para meninas refugiadas sírias e escreveu um livro intitulado Eu sou Malala.

5 — Esta mulher tem 9 empregos para cuidar dos idosos.
Sarah Moore decidiu sair de sua grande vida urbana e se mudar para uma pequena ilha escocesa, habitada principalmente por pessoas mais velhas incapazes de fazer algum trabalho duro. Sarah é corajosa o suficiente para lidar com o trabalho mais difícil da ilha. Ela consegue ser um cuidador, um controlador de tráfego aéreo, um bombeiro, um pastor e um funcionário do conselho ao mesmo tempo. Ela também entrega o correio local, lida com o frete no aeroporto, opera escavadeiras nas terras agrícolas e dá passeios pelo único farol da ilha.
Ela diz que não tem remorsos sobre sua decisão e não perde o estilo de vida de volta para casa. Ela encontrou novos amigos e não se sente mais sozinha. Os habitantes locais a amam e admiram sua bondade. Apesar do trabalho árduo do dia-a-dia e da falta de entretenimento, ela parece ser a pessoa mais feliz do mundo.

6 — Ela era membro de gangue e se formou na Harvard.
Quando criança, Liz Murray teve que passar por momentos difíceis: seus pais eram toxicodependentes desesperados, ela foi intimidada na escola, e ela finalmente desistiu. Quando adolescente, ela se tornou um membro da gangue. Aos 15 anos, depois que sua mãe morreu e sua família se mudou para um abrigo para sem-teto, Liz estava sozinha nas ruas, dormindo em bancos.
Ninguém nunca espera que uma história coma essa tenha um final feliz, mas Liz conseguiu se juntar. Ela se tornou uma estudante nota A em sua escola e até se formou na Universidade de Harvard. Ela continuou cuidando de seu pai doente, que lhe tinha ajudado ao um amor pela literatura.

Liz é um autor brilhante e palestrante motivacional. Ela fala com adolescentes e adultos e ensina as pessoas a acreditar em si mesmas, aproveitem todas as oportunidades, não importa quais sejam as circunstâncias, e romper todos os obstáculos no caminho da sua felicidade.
Share

Post A Comment:

0 comments: