Navigation

Homem de 24 anos casa com mulher de 81 anos para evitar serviço militar

Pode, ate ser bizarro, mas isso aconteceu mesmo na ucrânia.
 Pode, ate ser bizarro, mas isso aconteceu mesmo na ucrânia.

Um jovem ucraniano de 24 anos conseguiu evitar o serviço militar obrigatório mantendo-se casado com uma mulher de 81 anos mais velha por quase dois anos.


No final de 2017, Alexander Kondratyuk, um jovem da cidade ucraniana de Vinnitsa, recebeu seus documentos de inscrição. Ele deveria se apresentar ao mais próximo para alistamento no serviço militar de um ano de seu país. Na ucrânia, todos os homens ucranianos saudáveis, com idades entre 18 e 26 anos, devem ser submetidos a serviço militar, com uma exceção. Se homem fosse responsável por cuidar de uma esposa com deficiência, ele estaria isento de serviço. Então, Alexander de alguma forma convenceu a avó com deficiência de 81 anos de seu primo a se tornar sua noiva, e o casal está casado há quase dois anos. Alexander tem 24 anos, estão, após mais dois anos, ele ficará velho demais para prestar serviço militar e provavelmente se divorciar de sua esposa octogenária.


Este caso ficou conhecido no estado, mas chegou às manchetes pela primeira vez no início de 2018, quando o comissário militar em Vinnista apresentou uma queixa no escritório do promotor na esperança de conseguir o casamento entre Alexander de 22 anos e sua esposa Zinaida de 81 anos, seja anulado. Eles estavam convencidos de que Alexander havia falsificado os documentos do casamento para evitar o serviço militar, mas uma investigação mostrou que o casal havia se casado legalmente na vila de Baykovka, perto de Vinnitsa.



Depois que o escritório de registro de atos civis confirmou que casamento de Alexander Kondratyuk era legal, ele não teve escolha senão recuar. No entanto, no início deste mês, a Imprensa ucraniana trouxe a história de volta aos holofotes e perguntou aos representantes das forças armadas o que eles planejavam fazer sobre esse recruta em particular.



Aleksandr Danilyuk, diretor do comissariado encarregado do recrutamento na região de Vinnitsa, disse a repórteres que Alexander tem o direito de ter seus documentos deferidos adiados, porque ele é o marido de uma pessoa com deficiência registrada. E como uma certidão de casamento válido e um documento comprovativo de residência de Alexander na casa de sua esposa havia sido produzidos, não havia que os militares pudessem fazer.

Alexander, de 24 anos, continua negando que só se casou com Zinaide, de 81 anos, para evitar o serviço militar, e insiste que ele tem sentimentos muito fortes por sua esposa. A Zinaida também disse a repórteres que Alexander é um bom marido que cuida dela.

Os vizinhos, por outro lado, disseram a uma emissora de TV local que o casamento era uma farsa total.




Apesar da natureza controversa da união, o comissariado ucraniano confirmou que não tem interesse em prosseguir com a questão. Alexander Kondratyuk está atualmente casado com uma pessoa com deficiência e, a menos que algo aconteça antes dos 27 anos, ele está isento do serviço militar.

Fonte:Odditycentral
Share

Post A Comment:

0 comments: